Dallier e o Morro da Conceição

Veja meu outro blog de crônicas. http://dalliercronicas.blogspot.com

24.3.06

NASCIDO EM 10 DE JULHO


Nascido em 10 de julho de 1932, o artista Dallier surge nas artes plásticas a 15 de Agosto de 1970. Essa revelação se deu pelo desejo de possuir um quadro, pintado a óleo, mas sua situação não permitia a realização desse sonho.

Sonho é algo que não morre se é sonho visceral. Era à vontade da arte se manifestando desejosa de atualização. Os primeiros quadros vieram com a pureza, a força e a beleza da Arte Naif.


O exercício de fazer o fez trilhar um longo caminho. Recriou temas que a força de sua dramaticidade fez povoar telas interpretando a beleza e dura vida de pescadores, a graça do vento movimentando os cata-ventos, a sensualidade das mulheres, os mistérios das igrejas, o encantamento das paisagens, a magia da série de gatos azuis e outros tantos que criaram vida a partir de suas emoções.

Não sabia que trilhava um caminho sem volta, muitas vezes labiríntico.

Seguiu e segue a dura sina dos que trazem o novo, a intempestividade para a vida.


Isabel Pequeno-Rio de Janeiro, 21 de março de 2000.
Catálogo da exposição “30 anos de pintura”



Fotos: 1) Dallier; 2) quadro "Os Músicos", exibido na exposição A Cara do Rio; 3) Dallier à janela de seu ateliê.

4 Comments:

Postar um comentário

<< Home